21/9/18
 
 
Altice quer revolucionar setor em Portugal

Altice quer revolucionar setor em Portugal

Raquel Wise Sónia Peres Pinto 22/08/2017 14:32

Operadora visa reforçar a sua política de estratégia global.

Com a compra da Media Capital, a Altice quer não só fazer crescer a empresa de media no mercado nacional como também reforçar a sua política de estratégia global. Daí estar previsto exportar conteúdo português para outros territórios em que a Altice atue, em especial para França e para os Estados Unidos, investir na expansão digital, desenvolver novos canais televisivos e formatos, lançar novos serviços, aumentar os investimentos em conteúdos portugueses, melhorar o alcance de canais fundamentais como a TVI 24 e usar a Plural como o núcleo de produção de conteúdos global.

Este é o caminho que tem sido adotado pela Altice nos vários países onde está presente. É o caso de França, Estados Unidos e Israel. “A Altice quer fornecer mais conteúdos a todos os consumidores portugueses num mundo digital e, como tal, disponibilizar mais oferta centrada em formatos e produção locais”, sublinhando a vontade de “fortalecer significativamente o setor dos media”, revelou no momento em que anunciou a compra da dona da TVI.

Michel Combes, CEO do grupo Altice, chegou mesmo a dizer--se muito entusiasmado por juntar dois líderes de mercado no setor das telecomunicações em Portugal. “Estamos muito entusiasmados com esta caminhada”, disse, acrescentando ainda que a convergência que foi iniciada noutros países vai “começar também em Portugal, com os melhores ativos que se possa imaginar. De um lado, a PT, e do outro lado, a Media Capital”, referiu na altura.

Também Paulo Neves, presidente executivo e do conselho de administração da PT Portugal, lembrou que esta aquisição “é uma tendência que existe, mas é a primeira vez que se prova que existe”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×