25/9/17
 
 
Estado de calamidade entra em vigor às 14h00

Estado de calamidade entra em vigor às 14h00

José Sérgio Joana Marques Alves 18/08/2017 13:21

Declarações do primeiro-ministro António Costa

O primeiro-ministro António Costa revelou esta sexta-feira que o estado de calamidade vai entrar em vigor às 14h00 e deverá manter-se até à meia-noite de segunda-feira

O objetivo, revelou o primeiro-ministro, é “responder ao risco acrescido de incêndio que vai incidir, particularmente, nos concelhos do centro e do norte interior do país, que se irá agravar progressivamente entre o dia de hoje [sexta-feira] e a próxima segunda-feira”. Ao todo, 155 concelhos serão abrangidos.

As afirmações de Costa surgem no seguimento da reunião que ocorreu esta sexta-feira com várias figuras das forças de segurança.

O primeiro-ministro deixou ainda um apelo aos cidadãos, pedindo que evitem “comportamentos de risco”. Costa realçou ainda a “proibição absoluta de fogo de artificio ou de qualquer outro elemento pirotécnico habitualmente utilizado nas festas populares que têm lugar nesta época do ano”.

As Forças de Segurança vão apssara a ter 140 equipas de vigilância, a GNR também terá um aumento nas equipas e contará com o apoio da PSP.

O papel dos bombeiros voluntários. Costa aproveitou ainda para deixar um agradecimento especial a todos os bombeiros voluntários que têm combatido os fogos que deflagraram no nosso país este ano.

“Quero expressar a nossa gratidão pelo esforço extraordinário que os bombeiros voluntários têm desempenhado, desempenham, e continuarão a desempenhar como a grande coluna vertebral do sistema de proteção civil em Portugal”, afirmou.

Todos os bombeiros voluntários que trabalhem em empresas públicas ou privadas terão direito a dois dias de descanso por cada dia de combate aos incêndios durante o período de calamidade.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×