26/11/20
 
 
Oeiras. Isaltino só vai a debates que ‘respeitem todos os candidatos’

Oeiras. Isaltino só vai a debates que ‘respeitem todos os candidatos’

José Caria Sebastião Bugalho 17/08/2017 09:31

Isaltino Morais recusou debater com Vistas na TVI, exigindo um formato alargado. Candidato do PSD agradece e evoca sondagens

Isaltino Morais continua a surpreender, denunciando irregularidades na justiça, revelando favorecimentos na autarquia para lutar contra o “populismo” e exigindo pluralismos nos debates. Ontem, o movimento independente que lidera recusou um convite do canal televisivo TVI para um debate que contaria consigo, com o candidato do Partido Socialista, Joaquim Raposo, e com o presidente incumbente e recandidato, Paulo Vistas.

Em nota deixada na rede social Facebook, a candidatura de Isaltino Morais justificou a negativa ao convite com a não cedência “a populismos ou desejos de protagonismo de ninguém”, destacando que todas as candidaturas devem ser tratadas “por igual, com respeito democrático por todas as forças políticas ou movimentos de cidadãos”.

“Consideramos que os debates podem e devem ser elementos de esclarecimento dos eleitores. Mas, para que isso aconteça, e porque em democracia não são as televisões ou as sondagens a determinar a ordem dos candidatos, mas sim o voto popular, apenas aceitamos integrar debates se os mesmos se alargarem a todos os candidatos a presidente de Câmara”, reza a nota, adiantando ainda que o antigo autarca só aceitará futuros debates “com todos os candidatos a presidente da Câmara ou debates a dois, em ciclo de debates, que integrem todas as candidaturas”.

Contactada pela i, fonte oficial da candidatura de Morais acrescenta que só participarão “em debates que respeitem todos os candidatos”, não os excluindo.

Um dos excluídos do convite, mostrou-se algo perplexo ao i, concordando com a medida tomada por Isaltino em prol de um debate mais plural. Ângelo Pereira, candidato do PSD com apoios do CDS-PP e do Partido Popular Monárquico estranhou a ausência de convite.

Bipolarizem comigo

“Eu achei bem que recusassem, evidentemente. A bipolarização da campanha entre a candidatura de Paulo Vistas e a candidatura de Isaltino Morais não tem sentido”, diz Pereira, também vice-presidente da distrital de Lisboa dos sociais-democratas.

“Eu tenho o apoio de três partidos e sondagens que nos apontam ao segundo lugar. Se há uma bipolarização a fazer é entre mim e a candidatura de Isaltino Morais”, ironiza, em jeito de conclusão.

Na semana passada, as candidaturas de Isaltino e Vistas, que já concorreram juntos, trocaram acusações após um juiz do tribunal de Oeiras ter chumbado as listas apresentadas pela candidatura de Isaltino Morais. Esta semana, depois de Isaltino recorrer, o tribunal acabou por aceitar a sua candidatura, já com outro juiz. A tensão, todavia, não diminuiu. Mas só terá direito a pequeno ecrã se for em formato alargado.

 

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×