24/9/18
 
 
Especialistas defendem que não é preciso tomar antibióticos até ao fim do tratamento

Especialistas defendem que não é preciso tomar antibióticos até ao fim do tratamento

Jornal i 27/07/2017 13:30

Um estudo realizado defende que os antibióticos não precisam de ser tomados até ao fim.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os antibióticos devem ser tomados até ao fim do tratamento prescrito, uma vez que existe o risco de a bactéria criar resistência aos medicamentos. No entanto, alguns especialistas defendem que afinal não é necessário levar o tratamento até ao fim.

Um grupo de especialistas em doenças infecciosas, que desenvolvem investigações nas escolas de medicina de Brighton e Sussex, no Reino Unido, defende que os pacientes devem parar de tomar antibióticos quando já se sentem melhor e que não é necessário continuar a tomá-los até ao final do tratamento.

Geralmente é dito aos doentes que façam o tratamento até ao fim, uma vez que a bactéria no organismo pode resistir aos antibióticos, sendo esta uma sugestão da OMS.

Contudo, de acordo com o professor Martin Llewelyn, esta medida de prevenção não é necessária. Segundo um estudo publicado no British Medical Journal, citado pelo The Guardian, os investigadores defendem que "a ideia de que parar precocemente o tratamento com antibiótico encoraja a resistência ao antibiótico não é comprovada pelas provas, enquanto que tomar antibióticos por mais tempo do que o necessário aumenta o risco de resistência".

Para além disso, os especialistas defendem ainda que a investigação sobre a duração ideal do tratamento com antibióticos ainda é muito  escassa, e que varia de pessoa para pessoa, dependendo dos antibióticos que o doente já tenha tomado no passado.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×