22/8/19
 
 
Marroquino planeou ataque contra o Papa em Fátima

Marroquino planeou ataque contra o Papa em Fátima

Um cidadão marroquino casado com uma bombeira portuguesa é suspeito de ter planeado um atentado contra o Papa Francisco na visita a Fátima. O magrebino já foi expulso de Portugal. Tem havido outras movimentações suspeitas nos últimos meses, que não são noticiadas pela Polícia para não causar alarme social. Após a visita do Papa, o Vaticano agraciou altas figuras da segurança nacional.

Um marroquino casado com uma bombeira portuguesa foi expulso aquando da vinda do Papa Francisco a Portugal.

O indivíduo, que já estava a ser vigiado, fez várias compras suspeitas de nitratos, substância usada para bombas artesanais. E convenceu a mulher, uma bombeira de Ourém, a tentar infiltrar-se na ambulância que esteve sempre nas proximidades do Papa – o que não conseguiu.

Continue a ler esta história na edição impressa do Sol. Este sábado nas bancas

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×