20/11/17
 
 
Liga MEO Surf: a importância de ser local

Liga MEO Surf: a importância de ser local

Jornal i 11/07/2017 18:39

Locais de Sintra com objetivos acrescidos no Allianz Sintra Pro

Está cada vez mais próximo o regresso à ação da Liga MEO Surf e dos melhores surfistas nacionais! O Allianz Sintra Pro, quarta etapa da Liga e última a contar para o Allianz Triple Crown, chega às ondas da Praia Grande em Sintra já na sexta-feira, com uma agenda preenchida e a disputa pelos títulos máximos do surf nacional ao rubro.

Para além destes, surgem em destaque os títulos de vencedores da Allianz Triple Crown, que seguramente serão entregues, com Tiago Pires a assumir, para já, o primeiro lugar nos homens e Teresa Bonvalot e Carol Henrique a repartir o topo do pódio no feminino.
 
Uma das notas mais interessantes da Liga em 2017 tem sido o Local Best Surfer, prémio monetário atribuído nas etapas realizadas nos Municípios de Mafra, Figueira da Foz, Sintra e Cascais, e que procura incentivar os surfistas locais a dar o melhor de si nas suas praias para conseguir a premiação extra.
 
Na primeira etapa de 2017, na Ericeira, Tiago Pires e Carina Duarte foram os vencedores do Ericeira Best Surfer, um prémio que, na visão do atual líder do ranking nacional, “É um pequeno grande gesto, muito generoso e importante. Geralmente, os surfistas locais nacionais precisam de incentivos, sendo este monetário e bem recebido. É um prémio que pode ser investido no surf e tudo o que possa ser feito em prol do surf, é uma coisa importante. É uma grande iniciativa, espero que seja para continuar e aumentar mais, claro”.
 
Pires explica que a passagem frequente da Liga MEO Surf pela sua praia é “importante, mas que nem toda a gente da Liga tem essa oportunidade. Felizmente, aprendi a surfar ali e tenho a sorte que o campeonato passe por lá. Naquilo que me compete, considero que é uma grande vantagem para os surfistas locais e uma oportunidade de tirar aquele resultado que almejam!”.
 
Já na terceira etapa da Liga, o Allianz Figueira Pro, que aconteceu há cerca de um mês e meio atrás, os vencedores do cobiçado Figueira Best Surfer, foram Ivo Cação e Rita Vasconcelos, sendo que, para esta última, o prémio assume especial importância para o reforço da sua carreira. “O prémio vai todo para pranchas e fatos, dos quais estava mesmo a precisar. Este prémio é um ótimo incentivo e reconhecimento da Autarquia. Para nós, surfistas, traz mais motivação e é uma meta a alcançar” explica a figueirense, que acredita ser importante a Liga passar na sua região, “uma vez que dá aos locais a oportunidade de surfar contra os melhores do país”.
 
Em 2016, em Sintra, o Local Best Surfer foi vencido por João de Macedo e Leonor Fragoso. A surfista da Praia Grande reconhece que o prémio é uma “ajuda” e um “bom incentivo”, uma vez que só quando se garante uma presença no pódio da etapa, há prémio monetário da etapa. Assim, com este prémio especial, a surfista pôde “viajar, algo que considero muito importante para a evolução de um surfista”. Para o Allianz Sintra Pro de 2017, Leonor não muda os seus objetivos: “Um dos meus objetivos é ganhar este prémio, mas o meu foco principal é mostrar bom surf e fazer bons heats”.
 
Sobre a passagem da Liga nesta sua praia, Fragoso considera que é uma praia “consistente, que tem sempre ondas e pouco vento. É onde surfo mais vezes e uma praia que tem vários surfistas bons, como o Nicolau von Rupp. É importante a Liga passar na Praia Grande para dar pica à nova geração de surfistas daqui e para elevar o nível!”.

 


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×