12/11/18
 
 
Mulher morre após alta hospitalar

Mulher morre após alta hospitalar

Shutterstock Jornal i 30/06/2017 08:52

Vítima mortal deu entrada no serviço de urgência na madrugada de quarta-feira e morreu poucas horas depois de ter alta hospitalar 

O Hospital de Portalegre vai abrir um inquérito para apurar eventuais responsabilidades sobre a morte de uma mulher, de 35 anos, que morreu pouco tempo depois de ter alta hospitalar.

A decisão de instaurar um processo de inquérito foi divulgada num comunicado, enviado à agência Lusa, pelo conselho de administração da unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).

"Nós [administração] vamos abrir um processo de inquérito para apurar responsabilidades, se é que as houve", disse o presidente do conselho de administração, João Moura Reis.

No esclarecimento, a ULSNA indica que a vítima mortal deu entrada no serviço de urgência na madrugada de quarta-feira com sintomas de má disposição. Pouca horas depois teve alta hospitalar daquela unidade de saúde e acabou por morrer já em casa.

"De acordo com o que me foi transmitido, a paciente enquanto esteve no hospital foi medicada com critério para a patologia que se queixava, obtendo melhoras. Esteve um período de tempo em observação e, quando realmente teve melhoras, foi enviada para casa", disse João Moura Reis, afirmando ainda que no hospital não foi apresentada qualquer tipo de queixa. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×