25/8/19
 
 
Convento de Tomar fica parcialmente destruído depois da gravação de um filme

Convento de Tomar fica parcialmente destruído depois da gravação de um filme

Jornal i 03/06/2017 12:10

O Convento é património mundial da UNESCO.

O Convento de Tomar ficou parcialmente destruído depois da rodagem do filme “O homem que matou D. Quixote”, realizado por Terry Gilliam.

De acordo com a RTP, a produção fez fogueiras de 20 metros, cortanto árvores que rodeavam o convento e partiu pedras centenárias.

A Direção Geral do Património diz que os estragos foram acidentais e a produtora do filme explica que estava tudo devidamente autorizado.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×