20/11/17
 
 
Mulher de Chris Cornell questiona suicídio

Mulher de Chris Cornell questiona suicídio

19/05/2017 15:06

Vicky Cornell defende que o músico "amava os filhos e nunca os magoaria, acabando intencionalmente com a sua vida". 

Em comunicado, a viúva reagiu ao suicídio por enforcamento em comunicado. "A morte do Chris criou um vazio no meu coração que nunca será preenchido. Como todos os que o conheciam já disseram, ele era um pai e um marido dedicado. Era o meu melhor amigo", escreveu.

"O seu mundo era a família e, logo a seguir, a música. Veio a casa de propósito no Dia da Mãe para estar com a família. Foi embora na quarta-feira, o dia do concerto, depois de estar com os filhos. Falámos antes do concerto sobre tirar umas férias e outras coisas que queríamos fazer", continuou.

Após o concerto, os dois ainda falaram ao telefone. Vicky notou uma mudança no tom.

"Reparei que falava de forma arrastada; estava diferente. Quando me disse que talvez tivesse tomado um ou dois Ativan a mais, pedi aos seguranças que fossem ver como estava. O que aconteceu é inexplicável e espero que a divulgação de novos exames médicos forneça mais informação. Sei que ele amava os nossos filhos e nunca os magoaria, acabando intencionalmente com a sua vida".

A estas declarações, juntam-se as do advogado da família, Kirk Pasich. "Enquanto não saírem os resultados dos exames toxicológicos, não saberemos o que se passava com o Chris e se houve alguma substância a contribuir para este desfecho. A família acredita que, se ele se matou, não saberia o que estava a fazer e que o medicamento ou outras substâncias poderão ter afetado as suas ações", apimentou.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×