19/6/19
 
 
Emissão de dívida a longo prazo com juros mais baixos

Emissão de dívida a longo prazo com juros mais baixos

Magalhães Afonso 10/05/2017 12:44

Portugal emitiu 1,25 mil milhões de euros, garantindo metade do financiamento que pretende obter este ano com obrigações. A procura quase a duplicar a oferta e os juros foram mais baixos que nas emissões anteriores a cinco e dez anos. 

Segundo dados da agência Bloomberg, a emissão a cinco anos acabou com 618 milhões de euros de dívida vendida, a uma taxa média de 1,878% e com a procura a ser mais do dobro da oferta. A última sessão comparável, a 12 de abril, tinha terminado com uma taxa média de 2,174%.

Nas obrigações a 10 anos a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) vendeu 632 milhões de euros de dívida, com a procura também quase a duplicar a oferta e os juros médios a cifrarem-se em 3,38%.

A última vez que Portugal tinha emitido nesta maturidade foi no início do ano, numa uma emissão sindicada. Na altura pagou mais de 4,2% para emitir 3000 milhões de euros. Em março fez um leilão a dez anos, com a taxa a ficar acima de 3,9%.

A última emissão a dez anos semelhante à de esta manhã, em agosto de 2016, Portugal tinha pago juros de 3,027%.

“Na maturidade para 2022, a procura foi bastante robusta, com um rácio bid-to-cover acima dos 2 e uma yield exigida inferior à registada em Abril.Já na maturidade a 10 anos, a yield exigida registou igualmente uma queda face à yield exigida na emissão, ainda que sindicada em Janeiro”, comentou a comentou a gestora de activos da Orey iTrade, Marisa Cabrita.

“Portugal acaba assim por beneficiar da correcção observada nas yields fruto de uma estabilização da percepção sobre do risco político e económico na Zona Euro”, acrescentou

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×