18/10/17
 
 
A História do Cinema: um ano de cada vez

A História do Cinema: um ano de cada vez

Comunidade Cultura e Arte 08/05/2017 16:31

Em 1931 Fritz Lang realizou o seu primeiro filme sonoro. Em “M”, um infanticida aterroriza uma cidade alemã.  O protejo “One Hundred Years of Cinema”, um canal de YouTube acerca de história do cinema, analisa este filme no número 23 da série em que Charlie – o criador – se propõe a visitar os últimos cem anos de cinema, um filme de cada vez.

O primeiro filme da série é um marco da história do cinema: “Birth of a Nation” (1915) de D. W. Griffith, um filme cuja temática se mantém polémica, enquanto que o mérito técnico continua inegável. Charlie redescobre os comediantes mudos num episódio sobre Buster Keaton e outro sobre a invenção da dramedy (comédia dramática), por Charlie Chaplin.

Neste cheiro da história de cinema, Robert Flaherty inventa o documentário em 1922, Eisenstein revoluciona a montagem em 1925, a cor nasce em 1926 e o som junta-se-lhe um ano mais tarde. Em 1928 o rato Mickey aparece em “Steamboat Willy”, no ano em que Carl Theodor Dreyer expõe a alma de Joana d’Arc com o close-up. Drácula e o monstro de Frankenstein mudam o horror no cinema e cimentam uma nova tradição, quando são lançados em 1931.

Estes são alguns dos filmes que marcaram as primeiras décadas do cinema. Neste estudo audiovisual, “One Hundred Years of Cinema” investiga o surgimento de convenções de género, as evoluções técnicas, as abordagens temáticas, o contexto histórico e as repercussões que estas obras têm no cinema atual.

Um bom ponto de partida para quem quer aprender – ou relembrar – os momentos que definiram e continuam a definir a sétima arte.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×