18/10/17
 
 
Ambientalistas querem ver os portugueses a aproveitar as sobras

Ambientalistas querem ver os portugueses a aproveitar as sobras

Marta Cerqueira 21/04/2017 12:01

A associação Zero quer ver implementado o hábito de levar para casa o que sobra numa ida ao restaurante

Em vésperas de visita papal, que promete umas das maiores enchentes que Fátima já viu, a associação Zero decidiu analisar a forma como a restauração se prepara para receber uma dose extra de clientes. Uma vez que o Papa Francisco se insurge constantemente contra “a cultura do descarte”, os ambientalistas quiseram perceber se os proprietários de restaurantes estão sensibilizados para o desperdício alimentar que acontece nessa atividade.

Em doze dos treze restaurantes analisados habitualmente sobra comida e estes restos correspondem a 10% da dose servida. No entanto, só um restaurante admite ter clientes a pedir para levar o que sobra para casa. Seis dos estabelecimentos disseram mesmo que era raro isso acontecer. Em apenas dois dos treze estabelecimentos há o hábito de propor ao cliente que leve consigo as sobras.

Quanto ao destino das sobras que não são aproveitadas para futuras refeições, sete estabelecimentos admitem dar aos animais, enquanto seis as deitam ao lixo.

Face a esta amostra, a Zero aproveita o Dia Mundial da Terra – que se assinala sábado, dia 22 – para deixar algumas dicas que evitem o desperdício alimentar. Tendo em conta o contexto, uma delas prende-se com a possibilidade de pedir um recipiente no restaurante ou levar um de casa para poder usar as sobras mais tarde.

Além disso, é aconselhado que se faça um plano das refeições antes de ir às compras para evitar compras desnecessárias e verificar sempre os rótulos, fazendo a distinção entre o “consumir até” e o “consumir de preferência antes de”, sendo que este último pode ser consumido após a data.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×