23/8/17
 
 
Católica e Deloitte criam projeto inovador para apoiar gestão

Católica e Deloitte criam projeto inovador para apoiar gestão

João Porfírio 20/04/2017 19:04

Chama-se ‘Promentor’ e foi criado pela Universidade Católica Portuguesa e pela Deloitte Portugal para apoiar a gestão de instituições em diversas áreas.

Ontem foi apresentado o ‘Promentor Desporto’, que visa dotar as federações desportivas de ferramentas que lhes permitam aumentar a eficiência da gestão estratégica e aceder a novas oportunidades de negócio. É o primeiro de vários projetos integrados no projeto-mãe – o ‘Promentor’ – que irá estender-se às pequenas e médias empresas (PME) e outras entidades colectivas, prestando serviços de consultoria.
 
Na cerimónia de apresentação, que decorreu ontem na Universidade Católica, em Lisboa, esteve presente o diretor da faculdade, Francisco Veloso, que disse acreditar que este projeto terá um enorme sucesso nacional e internacional, prometendo que, da parte da Católica, «haverá um compromisso para que isso aconteça». Na plateia estavam presentes 
várias federações desportivas, como as de ténis, judo e atletismo.
 
As pequenas e médias empresas que se associarem a este projeto terão oportunidade de melhorar o seu desempenho financeiro e de marketing, desenvolver a sua estratégia de gestão, acompanhar os seus indicadores de desempenho, e beneficiar da partilha de experiências e melhores práticas. Tudo isto acontecerá devido ao acompanhamento por parte da equipa ‘Promentor’, constituída por professores da Universidade Católica e profissionais da Deloitte Portugal, uma das consultoras mais reconhecidas do mundo.

Em entrevista ao semanário SOL, publicada no último sábado, o professor Ricardo Reis, diretor do Centro de Estudos Aplicados da Universidade Católica, afirmou que está prevista a criação de outros ‘Promentors’, envolvendo projectos de empresas ligadas à indústria da defesa, da agricultura e do turismo.

Dois pilares fundamentais

Cada um dos projetos integrados no ‘Promentor’ assenta em dois pilares fundamentais, sequenciais: o Accessing e o Advising. 

O primeiro prevê a realização de sessões temáticas com oradores convidados, visando a construção de novos canais de negócio, o acesso ao conhecimento e às tendências do mercado, as visões e perspetivas de futuro, além do reforço da imagem corporativa das entidades apoiadas pelo projeto. 

O segundo prevê a realização de sessões de consultoria para o desenvolvimento estratégico destas empresas, mediante a monitorização dos resultados e avaliação do desempenho, em sessões coletivas, com destaque para a partilha de experiências e melhores práticas. E haverá também sessões individuais, com consultoria orientada para problemas específicos e orientação estratégica aplicada à entidade em causa, suportada pela monitorização contínua de indicadores da atividade e da gestão dos participantes.

Ricardo Reis – a ‘cara’ desta iniciativa – começou a sua intervenção dizendo «que este é um projeto made in Portugal, pensado e feito cá», adiantando que se trata de um pensamento fora da caixa. «Se nos dizem para pensar fora da caixa, aqui estamos nós», acentuou.

João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, encerrou a sessão apelidando-se de «padrinho» deste projecto, e referindo o «enorme orgulho» em fazer parte de um Governo que vê nascer projetos destes durante a sua legislatura.  

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×