26/6/17
 
 
Venezuela. Televisões que transmitiram manifestações foram suspensas

Venezuela. Televisões que transmitiram manifestações foram suspensas

jornal i 20/04/2017 12:36

Manifestações já causaram mais de três mortos e 400 detenções.

As autoridades venezuelanas ordenaram às operadoras de televisão por cabo que suspendessem a emissão das estações El Tiempo, da Colômbia, e Todo Notícias, da Argentina, que transmitiram as manifestações opositoras de quarta-feira. A medida foi ordenada pela Comissão Nacional de Telecomunicações da Venezuela (Conatel) e confirmada aos jornalistas pelo presidente da operadora Directv, Héctor Rivero.

Segundo a imprensa venezuelana, durante as manifestações de quarta-feira, a favor e contra o Presidente Nicolás Maduro, várias pessoas disseram, através das redes sociais, que o sinal do canal tinha desaparecido.

A Associação de Entidades Jornalísticas da Argentina (ADEPA), já emitiu entretanto um comunicado informando que “os protestos captaram a atenção dos meios de comunicação internacionais, entre eles o Todo Notícias, e que foi alvo de suspensão durante a transmissão das mobilizações”.

Segundo a ADEPA trata-se de “um grave ato de censura, que se inscreve no agravamento do deterioramento democrático na Venezuela”. Entre os canais internacionais suspensos recentemente pelas autoridades venezuelanas estão a CNN em Espanhol, a NTN24 e a RCN.

As manifestações contra o Presidente Nicolás Maduro já provocaram pelo menos três mortos e mais de 400 pessoas foram detidas pelas autoridades venezuelanas. Os protestos juntaram esta quarta-feira mais de 100 mil cidadãos em Caracas, capital da Venezuela.

As rádios locais dão conta que na noite de quarta-feira (manhã de hoje em Lisboa) as autoridades terão detido um número indeterminado de pessoas que tomaram as ruas do município Santo António de Los Altos (sul de Caracas), em protesto pela repressão policial contra manifestantes opositores.

Também a linha de produção da General Motors (GM) na região de Valencia foi ocupada pelas autoridades venezuelanas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×