24/6/17
 
 
Frederico Morais no top-20 do ranking mundial

Frederico Morais no top-20 do ranking mundial

Laura Ramires 20/04/2017 11:54

Frederico Morais fez a sua melhor prestação de sempre no World Tour e está oficialmente no top-20 do ranking mundial

À passagem da terceira etapa do circuito mundial, disputada em Bells Beach, ainda na costa Australiana (depois da estreia entre a elite na Gold Coast e da aventura em Margaret River), Frederico Morais conseguiu alcançar a melhor posição de sempre no Tour, quinto lugar, até agora.

Afastado apenas nos quartos-de-final da competição pelo finalista vencido, o surfista brasileiro Caio Ibelli, o 25 português apresentou um surf ao mais alto nível e pelo caminho até deixou um ex-campeão mundial, Gabriel Medina (na terceira ronda, o estreante português afastou o compatriota de Ibelli da prova com uma diferença de 0.37).

Com o 5.º lugar no Rip Curl Pro Bells Beach, etapa que terminou na madrugada de terça-feira e coroou Jordy Smith campeão, Kikas subiu três posições no ranking mundial e está oficialmente no top-20, mais precisamente em 19.º lugar. O havaiano John John Florence, campeão em título, continua a liderar a hierarquia com 23.000 pontos, depois de ter atingido as meias-finais, fase em que curiosamente saiu derrotado por um velho conhecido do cascalense: Ibelli, mais uma vez a fazer estragos. Apesar de este ser o primeiro top-5 de Kikas enquanto membro do circuito mundial, de ressalvar que Kikas já havia conseguido o mesmo posto entre a elite, em 2015, no Moche Rip Curl Pro Portugal, mas como ‘wild-card’.

A última bateria do rookie – atletas que competem pela primeira vez a nível profissional – luso, em Bells Beach, terminou com 14,50 pontos contra os 16,00 do seu adversário (Ibelli). Antes de ser eliminado, Kikas arrasou na quinta ronda, depois de ter sido relegado para a repescagem (sim, novamente por Ibelli), contra Sebastian Zietz, ao fazer 18,10 pontos (em 20 possíveis) contra os 13,16 do havaiano.

Ibelli, que subiu exponencialmente no ranking (12 lugares!!) e figura agora no 7.º posto, acabou mesmo por ser o maior pesadelo para o surfista de Cascais depois da dupla eliminação.

De saída da Austrália, a próxima etapa, correspondente à quarta do circuito mundial, vai decorrer no Rio de Janeiro entre 9 e 20 de maio, na praia de Saquarema.

Estreia de sonho e tropeção

Recorde-se que Frederico Morais terminou em 13º lugar na etapa inaugural do circuito mundial de surf da World Surf League, depois de ter sido eliminado pelo norte-americano Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, na terceira ronda do Quiksilver Pro, disputada na Gold Coast (Austrália). Com o 13.º lugar, Morais arrancou 1750 pontos a contar para o ranking mundial. Dias depois terminou a sua prestação no Drug Aware Margaret River Pro, segunda etapa do circuito mundial de surf, no 25º lugar. Kikas foi, na altura, afastado pelo australiano Adrian Buchan, 34 anos, na segunda ronda da prova (fase de repescagem), depois de ter feito uma onda que lhe valeu 8,57 pontos (em 10 possíveis), à qual juntou um 6,93, e um somatório de 15,50 pontos, ficando, ainda assim, atrás dos 16,50 do seu adversário.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×