19/11/17
 
 
José Cabrita Saraiva 19/04/2017
José Cabrita Saraiva
Opiniao

jose.c.saraiva@newsplex.pt

O dilema da faixa do meio

Como tantos outros portugueses, quando viajo numa estrada com três faixas tenho uma tendência quase irresistível para seguir pela do meio

Viajar na faixa central coaduna-se com a velocidade moderada a que conduzo e permite-me manter as opções em aberto. Se surgir um obstáculo, terei duas hipóteses para me desviar.

Na minha experiência de condutor, já verifiquei que, se for pela direita como manda a lei, muitas vezes fico encurralado, pois é normal apanhar um carro à minha frente que vai demasiado devagar e dificilmente consigo uma aberta para a ultrapassagem. Também costuma ser nessa faixa que estão os carros avariados ou obras, muitas vezes sem aviso. E recordo que é frequente a faixa da direita destinar-se a servir as saídas (conheci uma pessoa que, na A5, em vez de ir para o Marquês de Pombal foi parar a Almada à conta disso).

Acontece que as autoridades, de forma a regularem o trânsito, já começaram a punir de forma mais rigorosa quem circula pela faixa central. Por norma, as pessoas devem seguir pela direita e, se quiserem ultrapassar, logo então passam para a faixa do meio. São essas as regras que aprendemos na escola de condução e que devem ser cumpridas. Mas, se a minha velocidade natural é próxima do limite (120 km/h na autoestrada, 80-90 km/h numa via rápida, como a 2.ª Circular), devo ainda assim seguir pela direita, onde vão carros a velocidades manifestamente mais baixas? Há dias fiz a experiência de seguir pela direita e não correu muito bem.

Como apanhei carros muito lentos à minha frente, vi-me constantemente obrigado a mudar de faixa. E, como toda a gente sabe, quanto mais mudanças de faixa se fazem, maior é a probabilidade de se provocar um acidente. Faz todo o sentido obrigar aqueles que andam devagar a “encostarem” à direita, para não obrigarem outros, que nem andam particularmente depressa, a ocupar a faixa da esquerda, criando situações perigosas. Agora, se um carro for à velocidade máxima permitida, por que há de ser multado por seguir ao meio? Para deixar duas faixas livres para aqueles que querem conduzir a 160, 180 ou 200 km/h?

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×