16/6/19
 
 
Política monetária é "apropriada"

Política monetária é "apropriada"

Magalhães Afonso 06/04/2017 13:14

O Banco Central Europeu (BCE) vai manter as taxas de juros até ao final do programa de estímulos. Segundo o presidente, a política monetária da entidade é "apropriada". Mario Draghi elimina assim a especulação sobre uma eventual mudança na sequência da melhora económica na zona euro.  

“Ainda não estamos num ponto em que a dinâmica da inflação possa ser sustentado sem política monetária”, disse Draghi numa conferência em Frankfurt. As taxas de juro estão em mínimos históricos e o BCE comprará dívida até que se veja "um ajustamento sustentado com o ritmo da inflação consistente com o objectivo", que é abaixo mas próximo de 2%.

"Antes de alterar as componentes da nossa política monetária - taxas de juro, compras de activos e o guia sobre a actuação no futuro -, precisamos de criar confiança suficiente de que a inflação convergirá para o nosso objectivo a médio prazo e aí se manterá, inclusivamente com menos apoios das condições de política monetária", afirmou o responsável da instituição.

O BCE começou em abril a reduzir o volume de dívida pública e privada que compra para 60000 milhões de euros, menos 20.000 milhões do que o montante adquirido durante o último ano. A instituição empresta dinheiro aos bancos a uma taxa de juro de 0%.

Vários analistas têm aventado a hipótese de o BCE aumentar a taxa de juro como forma de resposta à melhoria da inflação e do crescimento. Ainda ontem o conselho de assessores do ministério da Economia e o banco central da Alemanha defenderam uma mudança da política de juros baixos e o fim da política de estímulos. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×