7/8/20
 
 
Um milhão de migrantes pode estar a caminho da Europa

Um milhão de migrantes pode estar a caminho da Europa

Mariana Madrinha 02/04/2017 16:55

Segundo o The Guardian, nos primeiros meses do ano já morreram mais de 590 requerentes de asilo nas águas do Mediterrâneo

Joseph Walker-Cousins, o antigo líder do gabinete da embaixada britânica em Bengazi – a segunda maior cidade da Líbia – diz que cerca de um “milhão de pessoas já estão a caminho da Líbia e da Europa”, noticia hoje o “The Guardian”.

De acordo com Walker-Cousins, que foi também chefe da missão da missão do Reino Unido na Líbia entre 2012 e 2014, a situação está prestes a tornar-se ainda mais complicada. “ Os meus informantes na área dizem-me que há potencialmente um milhão de migrantes, se não mais, que já estão a chegar através do gasoduto da África Central e do Corno de África”, disse ao diário britânico.

Desde pelo menos fevereiro que a União Europeia tem apostado no treino da guarda costeira da Líbia para evitar que os migrantes consigam negociar acordos com os traficantes e tentar a travessia no Mediterrâneo. “Foi muito pouco e muito tarde”, garante Walker-Cousins.

Segundo com a BBC, os números de migrantes que tentam chegar à Europa através da Líbia “aumentaram dramaticamente” desde que o acordo entre a União Europeia e a Turquia fechou definitivamente as fronteiras deste país. Ou seja, os migrantes continuam a tentar fugir dos seus países mas as rotas desviam-se cada vez mais para ocidente, em que a travessia do Mediterrâneo é mais longa e perigosa. A Líbia, um estado sem Governo, é o país mais apetecível para os refugiados e migrantes tentarem a fuga.

Nos primeiros três meses do ano, a Organização Internacional das Migrações  estima que já tenham chegado a Itália mais de 21.900 pessoas, entre refugiados e migrantes económicos. “Ainda não chegámos ao fim de março e já estamos a atingir um ritmo de chegadas que ultrapassou tudo o que já vimos no Mediterrâneo”, disse há duas semanas o porta-voz da Organização Internacional das Migrações, Joel Millman, citado pela BBC.

Segundo o The Guardian, nos primeiros meses do ano já morreram mais de 590 migrantes nas águas do Mediterrâneo. Com a chegada da Primavera, prevê-se que cada vez mais pessoas tentem a travessia.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×