25/7/17
 
 
Algarve aposta na conquista de turistas franceses

Algarve aposta na conquista de turistas franceses

Sofia Martins Santos 20/03/2017 12:38

Os empresários turísticos do Algarve vão dar-se a conhecer, em França, a 160 agentes de viagens.

O objetivo é conseguir estabelecer eventuais parecerias de negócio entre agentes turísticos nacionais e franceses. Esta ação acontece já esta terça e quarta-feira, em Lyon, e é organizada pela Associação Turismo do Algarve (ATA), a agência responsável pela promoção externa desta região enquanto destino turístico.

Estarão presentes principalmente hotéis da região, mas não só. O evento vai contar ainda com a presença de alguns representantes de companhias aéreas que asseguram ligações diretas entre França e o aeroporto de Faro. No fundo, a ideia é reforça a aposta no mercado turístico francês, considerado como estratégico para o Algarve.

De acordo com a ATA, “em 2016, o mercado francês teve um crescimento de 41% no número de dormidas na região em relação ao ano anterior, o que correspondeu ao registo de aproximadamente 900 mil dormidas. Neste contexto, a França passou a ocupar o sexto lugar na lista dos mercados com mais dormidas na hotelaria tradicional do Algarve”.

Dora Coelho, diretora executiva da ATA, explica: “Com esta ação, o objetivo da ATA passa por criar as condições propícias ao estabelecimento de contactos e de eventuais parcerias e relações comerciais que resultem no incremento dos negócios dos agentes envolvidos e, consequentemente, se traduzam em mais-valias para o turismo do Algarve”.

Turismo no Algarve continua a crescer

Depois da crise que se fez sentir no setor, o Algarve volta a estar na moda e está a ganhar cada vez mais adeptos.

De acordo com os dados divulgados recentemente pela Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Portimão e Albufeira são as zonas que lideram o crescimento, enquanto Faro tem registado as quedas mais acentuadas.

Já no que respeita a nacionalidades, pode dizer-se que os turistas estrangeiros que mais procuram o Algarve são os britânicos, que foram responsáveis pela esmagadora maioria das reservas que foram feitas. A completar o top três das nacionalidades que mais procuram o sul de Portugal está França e Holanda.

A AHETA sublinha ainda que o mercado nacional acabou por registar uma descida, acabando por continuar a trajetória que já vinha a fazer nos últimos meses do ano passado.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×