23/10/19
 
 
Mais de 40 jogadores obrigados a mudar de penteado

Mais de 40 jogadores obrigados a mudar de penteado

shutterstock Jornal i 15/02/2017 12:50

Comissão proíbe certos cortes de cabelo e ameaça atletas com processo

A Comissão Disciplinar da Federação de Futebol dos Emirados Árabes Unidos já avisou 46 jogadores que têm de mudar de penteado, pois não está de acordo com o Islão.

Naquele país, os árbitros podem considerar inapropriado um mero corte de cabelo, ficando o jogador em causa sujeito a sanções, segundo a BBC.

Em 2012, um arbitro chamou a atenção do guarda-redes Waleed Abdullah e mandou-o cortar o cabelo, tendo feito uma participação ao clube onde jogava na altura, Al Shabab.

A comissão escreveu agora uma carta com uma lista de vários jogadores, cujos cortes de cabelo não estão de acordo com as regras islâmicas, o ‘mohawk’, cabelo rapado dos lados da cabeça e espetado no centro, é apenas um dos exemplos considerado proibido.

As cartas é só o primeiro passo de um processo que pode passar por castigos, multas e mesmo a suspensão do jogador, que recusar cortar o cabelo.

O avançado ganês Asamoah Gyan (na imagem) foi um dos jogadores advertidos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×