26/6/17
 
 
José Cabrita Saraiva 15/02/2017
José Cabrita Saraiva
Opiniao

jose.c.saraiva@newsplex.pt

Os professores ensinam demasiado, os alunos não sabem o suficiente

Ao longo dos anos tenho-me interrogado muitas vezes se o tempo que as crianças e jovens “investem” na escola é bem aproveitado. 

Esta interrogação resulta de uma contradição aparente: os currículos, mesmo na primária, são extensíssimos e muito completos; a carga horária é muito pesada; mas fica a impressão de que os alunos não sabem o suficiente. Por exemplo, fazer os trabalhos para casa com um aluno do ensino básico pode ser exasperante.

Teoricamente, os TPC serviriam para consolidar os conhecimentos. Mas a realidade é outra: muitas vezes, o estudante regressa a casa sem saber os princípios elementares que permitem a resolução daqueles exercícios. E dificilmente será o encarregado de educação a conseguir meter-lhe na cabeça aquilo que não aprendeu na sala de aula com um profissional, o professor.

A questão do peso das mochilas – para a qual finalmente foi chamada, e bem, a atenção – dá uma medida da enormidade de matérias que os jovens alunos têm para estudar. Uma tamanha quantidade de livros podia ser útil, ou mesmo necessária, se as crianças tivessem supercapacidades e conseguissem assimilar aquilo tudo. Mas não têm – felizmente, são apenas crianças.

Está tudo errado? Claro que não. O ensino é uma área de enorme sensibilidade e as reformas, em vez de resolverem alguma coisa, podem tornar-se contraproducentes. Mas creio que não se perdia nada se, aos poucos, se começasse a aliviar a carga dos estudantes.

Para quê ensinar matérias complexas a quem não sabe sequer o básico? Com mochilas mais leves e menos matéria nos currículos, provavelmente as crianças não aprenderiam menos. E talvez aquilo que aprendessem ficasse mais bem consolidado e não chegassem à universidade, como tantos chegam, sem saberem escrever, fazer contas ou até falar corretamente. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×