25/9/18
 
 
O Mónaco assassino e a febre amarela...

O Mónaco assassino e a febre amarela...

AFP Afonso de Melo 12/02/2017 20:59

A equipa de Leonardo Jardim já leva 75 golos marcados em 25 jogos! Manchester United cada vez mais próximo da Liga dos Campeões. Bayern ganha avanço sobre os perseguidores - Dortmund perdeu em casa do último 

As recentes rondas dos principais campeonatos europeus foram marcadas pela jornada europeia que se aproxima. E, na Alemanha, de onde vem o adversário do Benfica na Luz, amanhã, houve emoção que baste e, até, que sobre. Vida difícil para os primeiros classificados, embora o Bayern de Munique tivesse acabado por ser o grande beneficiado do fim-de-semana. Na viagem - ainda que curta - a Ingolstadt, ganhou à beirinha do fim, como golos de Artur Vidal e Robben, ambos em cima do minuto 90. Susto, mas pouco. Pela simples razão de que os seus perseguidores viveram um sábado de pesadelo. ORB Leipzig foi atropelado em casa pelo Hamburgo (0-3), que luta ferozmente pela sobrevivência na Bundesliga. O Eintracht de Frankfurt, terceiro classificado, viu-se despachado pelo mesmo resultado em Leverkusen. E, supresa maior, o Borussia Dortmund foi perder (1-2) ao campo do último, o Darmstadt, confirmando os sintomas de crise que já vinham do início de 2017. Uma espécie de febre amarela... É, portanto, uma equipa à procura de si própria, o que só servirá para que os encarnados redobrem as atenções.

Assassinos! Em França, o Mónaco de Leonardo jardim está transformado numa máquina assassina que desfaz os adversários mais incautos. Desta vez, a vítima foi o Metz que saiu do Principado vergado a mais uma goleada dos monegascos (5-0). Impressionante o poder de fogo da equipa do treinador madeirense, com 75 golos em 25 jornadas (!!!), mantendo o primeiro posto e a vantagem de três pontos para o PSG, que foi ganhar a Bordéus (0-3). 
Em Espanha tudo na mesma, isto é, Real e Barcelona venceram. Em Inglaterra, Mourinho continua numa fase positiva - vitória sobre o Watford (2-0) - e viu um dos opositores directos, o Tottenham, segundo classificado, ser derrotado em Anfield pelo mesmo resultado. O líder Chelsea empatou em Burnley (1-1), mas aumentou a vantagem para osSpurs: dez pontos. A partir daí, tudo parece ficar cada vez mais ao rubro. A vitória do Arsenal sobre o Hull de Marco Silva (2-0) levou os Gunners a igualar o Tottenham (50 pontos), apenas mais um que Liverpool e Manchester City (visita amanhã o Bournemouth) e dois que o Manchester United. Se o título está longe, a presença na Liga dos Campeões parece estar mais do que nunca ao alcnace de um ressuscitado Mourinho.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×