15/11/18
 
 
Corte cumprido quase à gota

Corte cumprido quase à gota

Magalhães Afonso 10/02/2017 12:20

A Agência Internacional de Energia (AIE) considera que o acordo de redução da produção de petróleo está a ser cumprido, mas avisa que a procura é maior que o previsto.

No final de novembro do ano passado a Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP) acordou baixar a produção em 1,2 milhões de barris de petróleo por dia (bpd) a partir de janeiro deste ano, durante seis meses.

Em dezembro, outros 11 países produtores que estão foram do cartel também cortaram a produção em 558 mil bpd.

“A AIE estima um cumprimento do acordo na ordem dos 90%, com alguns produtores, nomeadamente a Arábia Saudita, aparentemente a cortarem mais do que o requisitado”, revela a agência.

Ao mesmo tempo a organização prevê um aumento da procura mundial este ano. “Este primeiro corte é de certeza um dos mais profundos do historial de iniciativas para cortar a produção”, acrescenta a AIE.

A previsão da AIE é que a procura suba 1,4 milhões de bpd para se fixar nos 98 milhões de bpd este ano.

O objetivo do corte foi aumentar os preços, que chegaram a menos de 30 dólares o barril no ano passado e estão agora nos 55 dólares.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×