13/11/18
 
 
Futuro do Forte de Peniche começa hoje a ser decidido

Futuro do Forte de Peniche começa hoje a ser decidido

Shutterstock Margarida Davim 31/01/2017 10:30

A decisão de criar este grupo de trabalho surgiu depois da polémica em torno do anúncio de que o Forte de Peniche seria concessionado a privados para fins turísticos.

O Grupo Consultivo para a Fortaleza de Peniche vai reunir pela primeira vez esta terça-feira, num encontro que contará Rangel com a presença do ministro da Cultura.

O grupo de trabalho que deverá decidir o futuro do Forte que serviu de prisão política durante o Antigo Regime será presidido pela Diretora-Geral do Património e terá um prazo de 3 meses para apresentar uma proposta sobre os usos possíveis para a Fortaleza. 

"Como critérios orientadores desta missão, O Ministro da Cultura definiu que a proposta terá de respeitar a história do monumento, desde a fundação, compatibilizando as funções do espaço com a preservação da memória da sua história recente enquanto símbolo da luta pela democracia, garantindo a sua fruição pública e com a necessária viabilidade económica", lê-se numa nota no Ministério da Cultura enviada às redações.

Recorde-se que a decisão de criar este grupo de trabalho surgiu depois da polémica em torno do anúncio de que o Forte de Peniche seria concessionado a privados para fins turísticos.

O PCP contestou uma concessão que não dava garantias de respeitar a memória história da Fortaleza e o ministro acabou por recuar na intenção de concessionar o edifício onde estiveram presos nomes como Álvaro Cunhal e Mário Soares.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×