2/6/20
 
 
Ana Bola explica polémica com Maria Vieira

Ana Bola explica polémica com Maria Vieira

Jornal i 27/01/2017 16:32

Tudo começou com uma troca de comentários no Facebook

A atriz Ana Bola esteve no programa da TVI ‘Você na TV’ e decidiu comentar a polémica que envolve as suas publicações no Facebook e o alegado ataque à colega de profissão Maria Vieira.

"Garanto-vos que ninguém muda tanto e tão mal. Tenho ainda esperança que acorde. Resta-me lamentar que a pessoa boa, justa, inocente e simpática, talentosa e feliz que conheci se tenha transformado numa criatura execrável. Que pena, Parrachita", terá escrito Ana Bola, num comentário que acabou por ser apagado e citado pelo Correio da Manhã.

Maria Vieira respondeu ao ataque: “Conheço a Maria há quase 30 anos. Garanto-vos que ninguém muda tanto e tão mal”, escreveu, acrescentando que lamenta que “a pessoa boa, justa, inocente, simpática, talentosa, amiga, divertida, boa colega e feliz” se tenha “transformado numa criatura execrável”. Esta publicação também foi apagada.

Esta sexta-feira, Ana Bola decidiu esclarecer a polémica, afirmando que “jamais” diria que a sua colega de profissão é execrável. "Eu jamais chamaria execrável à Maria Vieira. Este post que eu fiz não foi na sequência do post do Trump, com o qual eu não concordo, mas sim na sequência daquele discurso que a Meryl Streep fez na entrega dos Globos de Ouro em que a 'Maria Vieira' fez um comentário estranhíssimo, sendo ela também uma mulher e atriz. Isto vem numa sequência de comentários e que eu não acredito que sejam escritos pela Maria Vieira", explicou.

Ana Bola, que conhece Maria Vieira há 30 anos, diz que a atriz “é uma doçura de pessoa”. "Ou era, mas eu acredito que continue a ser. Uma excelente colega, amiga, talentosa. Sei que a Maria Vieira não tem verve para escrever aqueles linguados de prosa no Facebook dela e acredito, sem prova nenhuma, que não é ela que escreve aqueles textos", defendeu.

No entanto, Ana Bola não acredita que se trate de uma usurpação de identidade e que Maria Vieira concorda com tudo o que é escrito no seu mural.

"O que escreve ali, no meu caso, é grave demais para eu ser amiga de uma pessoa daquelas. Tenho lido no Facebook da Maria e já não leio porque a bloqueei. Isto para mim são coisas gravíssimas. Eu tenho muitos amigos de direita com os quais me dou lindamente e o que se passa ali, naquela página do Facebook, é para lá de ser de direita ou de esquerda. É uma coisa quase ao nível de coisas perigosas, de coisas nazis, salazaristas... e com isso eu não posso concordar", afirma Ana Bola.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×