21/11/18
 
 
Ponte de Sor. MP continua a exigir levantamento de imunidade diplomática

Ponte de Sor. MP continua a exigir levantamento de imunidade diplomática

Joana Marques Alves 18/01/2017 20:04

Agressões ocorreram em agosto do ano passado

Apesar de a família de Rúben Cavaco ter chegado a um acordo com o embaixador do Iraque em Portugal, cujos filhos terão agredido o jovem adolescente em Ponte de Sor, o Ministério Público reiterou ontem que é “imprescindível o levantamento da imunidade diplomática” dos irmãos iraquianos.

Num comunicado enviado às redações, o Ministério Público explica que enviou ao Ministério dos Negócios Estrangeiros certidão do processo, “com a finalidade da mesma poder ser ponderada no âmbito do procedimento diplomático que for considerado adequado”.

“Considerando a prova reunida e as diligências de investigação já realizadas, procedeu-se ao levantamento do segredo de justiça”, revela o mesmo documento.

Recorde-se que Rúben Cavaco, agredido em Ponte de Sor em agosto de 2016 pelos filhos gémeos do embaixador do Iraque em Portugal, recebeu do diplomata 40 mil euros para selar o acordo extrajudicial. Para além deste valor, o diplomata já tinha pago 12 mil euros em despesas hospitalares, o que faz um total de 52 mil euros.

Para a família de Rúben Cavaco, o caso ficou “encerrado” assim que se chegou a um acordo, revelou o sue advogado Santana Maia Leonardo. No entanto, A Procuradoria-Geral da República avisou na mesma altura que a investigação ao caso das agressões iria prosseguir.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×