29/11/20
 
 
Benfica. Jiménez esteve perto da China, assume presidente do Tianjin Quanjian

Benfica. Jiménez esteve perto da China, assume presidente do Tianjin Quanjian

Instagram Bruno Venâncio 17/01/2017 16:43

Dirigente revela que foi a mudança nas regras imposta pela Associação de Futebol chinesa a embargar a transferência

O presidente do Tianjin Quanjian, clube chinês para onde se transferiu o ex-Benfica Axel Witsel, assumiu que esteve perto de fechar a contratação de Raúl Jiménez. A transferência acabou por não avançar devido às novas imposições da Associação de Futebol da China relativamente a salários e ao número de estrangeiros permitidos em campo por equipa (três).

"Há alguns dias o Jorge Mendes veio à minha cidade. Ainda ontem [terça-feira], estávamos preparados para contratar dois jogadores, o preço e os salários estavam discutidos: eram Falcao e Raúl Jiménez. Os dois atletas estavam prontos para assinar, mas depois recebemos o aviso sobre as restrições nos salários e número de jogadores estrangeiros. Não tivemos opção, tivemos de mudar os planos", revelou Shu Yuhui à Tianjin TV.

O avançado mexicano do Benfica e o colombiano do Mónaco, todavia, não eram os únicos craques na órbita do conjunto chinês. "Houve negociações por Diego Costa. É verdade que pensámos nele, tal como no Cavani", acrescentou Shu Yuhui, admitindo ainda que, agora, a saída de Luis Fabiano (antigo jogador do FC Porto) já não é um dado adquirido: "Ficámos desamparados. Estamos a discutir se ficamos ou não com o Fabiano."

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×