23/9/18
 
 
Novo Banco. Paulo Rangel defende que o PSD "não devia excluir" nacionalização

Novo Banco. Paulo Rangel defende que o PSD "não devia excluir" nacionalização

José Sérgio Luís Claro 13/01/2017 09:05

Eurodeputado do PSD contraria posição assumida pelo partido e admite nacionalização como "último recurso"

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel defende que o PSD não devia fechar a porta à nacionalização do Novo Banco. "Não excluo e o PSD não devia excluir", disse Paulo Rangel, na TVI 24. 

O eurodeputado social-democrata considera que a hipótese de nacionalização não deve ser afastada como "último recurso". "Como último recurso não excluiria essa possibilidade e acho que o PSD também não devia excluir".

A nacionalização temporária do antigo BES foi esta quinta-feira defendida por Rui Rio, que já assumiu estar disponível para se candidatar à liderança do PSD. 

Manuela Ferreira Leite, Morais Sarmento e Pedro Santana Lopes também não fecharam a porta à nacionalização. 

O PSD tem uma posição diferente. Luís Montenegro, líder do grupo parlamentar, garantiu esta quinta-feira que o PSD “nunca defendeu nem defenderá a nacionalização de uma entidade bancária".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×