16/11/18
 
 
Direita escolhe um italiano para tentar a presidência do Parlamento Europeu

Direita escolhe um italiano para tentar a presidência do Parlamento Europeu

DR Sebastião Bugalho 14/12/2016 08:09

Família europeia do PSD e do CDS vai candidatar-se com um ex-comissário de Durão Barroso

Era já noite quando os dirigentes e eurodeputados do Partido Popular Europeu concluíram em votação que o seu candidato seria Antonio Tajani.

O italiano, que serviu como comissário e vice-presidente nos anos de Durão Barroso à frente da Comissão Europeia, será o candidato do PPE à presidência do Parlamento Europeu.

A família europeia do centro-direita propôe assim um dos atuais vice-presidentes do PE para suceder ao alemão Martin Schulz.

Na edição deste fim-de-semana do semanário SOL, o eurodeputado português Nuno Melo, também  membro do PPE, havia apontado Tajani como um dos favoritos à nomeação, assim como Mairead McGuinness (irlandesa) e Alain Lamassoure (francês).

Melo havia afirmado a "capacidade de afirmação no espectro parlamentar" como a condição fundamental para o sucesso de qualquer candidatura à presidência do Parlamento Europeu. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×