19/11/18
 
 
Évora. Cinco médicos acusados de homicídio por negligência

Évora. Cinco médicos acusados de homicídio por negligência

Eduardo Martins Jornal i 04/11/2016 18:34

Os cinco médicos foram acusados do crime de homicídio por negligência. A vítima, um homem de 29 anos que tinha sido pisado por um equino, recorreu várias vezes ao hospital em abril de 2009  e foi continuamente enviado para casa. Acabou por morrer.

Cinco médicos foram ontem acusados pelo Ministério Público (MP) de homicídio por negligência na assistência de um homem de 29 anos no Hospital do Espírito Santo de Évora. O caso remonta a maio de 2009.

Os médicos em causa estavam de serviço no dia 21 de abril de 2009, quando receberam o paciente com um traumatismo torácico no peito dar ter sido pisado por um equino. O homem – que tinha sido reencaminhado para o hospital pelo Centro de Saúde de Montemor-o-Novo - recebeu alta hospitalar após efetuar exames médicos.

Nos dias seguintes, por não apresentar melhorias, o utente dirige-se outras duas vezes ao referido centro de saúde, voltando a ser reencaminhado para o hospital. Foi internado a 1 de maio, onze dias após o acidente. Acabou por falecer mais de uma semana depois no hospital, vítima de uma paragem cardiorrespiratória.

Segundo uma nota do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora, foram “pronunciados cinco médicos, então em funções naquele Estabelecimento Hospitalar, nos termos da acusação do Ministério Público, pela prática do crime de homicídio por negligência”. Durante a investigação, o DIAP de Évora frisa ainda que foram “solicitados pareceres de diferentes especialidades” e foram realidades diferentes perícias médicas. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×