08/12/2023
 
 
Ténis: Mau comportamento tem preço

Ténis: Mau comportamento tem preço

Laura Ramires 16/10/2016 13:25

«Comportamento inapropriado» de Kyrgios em Xangai vai custar ao tenista 15 mil euros.

O tenista australiano ficou a conhecer a consequência do (mau) comportamento que decidiu adotar no Masters de Xangai, num encontro onde perdeu por dois sets a zero (6/3-6/1) diante do alemão Mischa Sverev, número 110 do ranking ATP. Com menos de uma hora de jogo, Nick Kyrgios  desistiu de vários pontos, entrou em confronto com o árbitro e ainda respondeu aos adeptos. No fim, não se mostrou incomodado com as críticas e salientou que «só paga bilhete quem quer».

Quem não conseguiu partilhar da mesma forma de pensar do atual 14.º classificado mundial foi a Associação de Tenistas (ATP) que não deixou passar as peripécias do jogador em branco. Kyrgios abandonou o torneio chinês sem título, sem prestígio e com uma multa de 15 mil euros –16.500 dólares – por pagar. Em causa está, de acordo com a Associação de Tenistas,  a falta de empenho, sancionada em 10 mil dólares, o « comportamento inapropriado» relativo à «discussão abusiva» com o espetador (5 mil dólares) e o «comportamento antidesportivo» (1500 dólares). As advertências, os castigos e as multas do tenista australiano não são novidade. No ano passado Kyrgios já tinha sido fortemente penalizado com uma multa no valor de 25 mil dólares, no Masters de Montreal, depois de ter dito, em pleno jogo, a Wawrinka que a mulher do suíço se deitou com o tenista Kokkinakis - compatriota de Kyrgios. Passava pouco mais de um mês e o bad boy – como ficou conhecido – voltava a sair da linha. Desta vez, num torneio da Austrália, o desabafo sob a forma de um valente palavrão (percetível no áudio)_obrigou Kyrgios a desembolsar 3 mil dólares.

Apesar de todas as chamadas de atenção (que já saíram caras) ao australiano nada parece ser suficiente para o jovem de 21 anos mudar de comportamento. Esperar pelo próximo jogo é sempre a única opção que Nick Kyrgios deixa para os espetadores, enquanto realça que é um «jogador imprevisível». No fim da partida pode ser notícia por duas razões. 1. Pelo excelente jogo, 2. Pelo comportamento polémico. Público avisado nada de reclamar porque se existe coisa que Kyrgios não admite é que o julguem «quando não percebem nada de ténis».

Um ano de castigos, mas também de vitórias para o ‘menino mau’ que venceu O ATP de Marselha, Atlanta e Tóquio.                     

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline