17/11/18
 
 
Ryan Lochte proibido de competir durante 10 meses

Ryan Lochte proibido de competir durante 10 meses

Martin BUREAU/AFP Jornal i 08/09/2016 11:30

Nadador americano castigado pelo escândalo que causou no Rio de Janeiro

A mentira tem braçada curta. Ryan Lochte vai estar dez meses sem poder competir devido ao escândalo causado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O nadador norte-americano, 12 vezes medalhista olímpico, inventou ter sido vítima de um assalto. Agora, a sanção, imposta pelo Comité Olímpico dos Estados Unidos (USOC) e pela federação de natação USA Swimming, vai impedir Lochte de competir no Campeonato Mundial de Natação que vai decorrer em Budapeste em julho de 2017.

Segundo o jornal USA Today, os outros nadadores norte-americanos envolvidos no incidente do Rio, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger, também vão ter sanções, mas menores do que a aplicada a Lochte.

Segundo o portal TMZ.com, que avançou a notícia, as sanções para Feigen, Bentz e Conger não vão exceder os quatro meses fora das piscinas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×