18/9/18
 
 
Reformas da função pública abaixo das previsões do governo

Reformas da função pública abaixo das previsões do governo

Manuel Louro 05/09/2016 12:34

Executivo de António Costa esperava saída de 20 mil trabalhadores até 2016. Mas só seis mil apresentaram a reforma.

Entre janeiro e setembro deste ano 6339 funcionários da função pública saíram para aposentação. O número traduz uma descida de 54%, em comparação com o período homólogo, noticia o “Diário de Notícias”.

Este abrandamento representa ainda um desvio nas previsões do governo que esperava, no Orçamento do Estado para o ano de 2016, a saída de 20 mil trabalhadores, esperando-se assim uma poupança de 100 milhões de euros.

Já em 2015 as aposentações dos funcionários públicos sofreu uma descida de 30,5%, mas este ano a diminuição foi ainda mais acentuada. Esta situação poderá ser explicada pelas alterações das regras da aposentação da função pública tornando a saída antecipada mais penalizadora.

Para o próximo ano prevê-se já a continuidade desta evolução negativa, pois as regras vão ser alteradas novamente, com mais agravamentos e com a idade da reforma a aumentar para os 66 anos e três meses.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×