19/11/18
 
 
Cartoon do Charlie Hebdo indigna italianos

Cartoon do Charlie Hebdo indigna italianos

Jornal i 02/09/2016 22:21

Jornal satírico volta a estar no centro da polémica, agora devido ao terramoto de Amatrice

O jornal satírico francês Charlie Hebdo está novamente debaixo de novas críticas, agora dos italianos, devido ao mais recente cartoon. Da autoria de Felix, o cartoonista retrata as vítimas do terramoto que matou quase 300 pessoas como diferentes tipos de massas.

Alvo de um ataque mortal por terroristas islamitas em 2015 devido ao seu humor irreverente, o jornal esteve quase a fechar, mas ajudas monetárias, o apoio do estado francês e a convicção dos sobreviventes mantiveram as portas abertas.

O cartoon de Felix, intitulado "Estilo italiano de terramoto", mostra um homem careca de pé e coberto de sangue e a indicação de "Penne com molho de tomate", uma mulher a seu lado onde se lê "Penne gratinado". Um par de pés a sair de entre os andares de um edifício em ruínas que diz "Lasanha" termina o desenho.

Amatrice, uma cidade assolada pelo terramoto da semana passada, é também famosa pelo molho de macarrão – amatriciana – a que dá p nome, mas nem isso levou o edil da cidade, Sergio Pirozzi, representado no desenho a desculpar os traços. "Por que raio se faz um cartoon sobre os mortos?", disse, citado agência de notícias Ansa. "Tenho a certeza deste que esta desagradável e embaraçosa sátira não reflete o sentimento dos franceses", disse Pirozzi, que na manhã de 24 agosto atirara de forma dramática a frase "a cidade foi-se".

A embaixada francesa em Roma publicou um comunicado no site e no Twitter oficiais a dizer que o cartoon "não representa de forma absolutamente nenhuma" a posição da França, e é uma "caricatura da imprensa (e) as opiniões livremente expressas são dos jornalistas."

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×