23/9/18
 
 
Nadadores dos EUA retirados do avião por polícia brasileira

Nadadores dos EUA retirados do avião por polícia brasileira

Tasso Marcelo/AFP Jornal i 18/08/2016 10:06

Gunnar Bentz e Jack Conger foram impedidos de voltar ao seu país

A polícia federal do Brasil quer esclarecer o suposto assalto relatado pelos nadadores americanos e impediu o embarque de Gunnar Bentz e Jack Conger, que viram os seus passaportes apreendidos e foram ouvidos pelas autoridades.

Coadjuvados por um advogado, os atletas não disseram nada sobre o assalto que teriam sofrido juntamente com outros nadadores Ryan Locthe e James Feigen. Após quase 4 horas de interrogatório, Bentz e Conger foram libertados no início da madrugada desta quinta-feira e aguardam num hotel do Rio de Janeiro por mais explicações sobre o caso, conta o Globo.

A Polícia Federal confirmou ainda que o nadador Ryan Lochte deixou o país na noite da última segunda-feira, num voo em direção aos EUA. O atleta é suspeito de falsa comunicação de crime, ao afirmar ter sofrido um assalto juntamente com os seus colegas nadadores e medalhistas olímpicos James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger, na madrugada do último domingo.

Locthe e Feigen prestaram na altura depoimento sobre o assalto, mas os investigadores encontraram contradições. Segundo o Jornal do Brasil, a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), que investiga crimes contra turistas, começou depois a apurar se poderia ter havido um falsa comunicação de crime por parte dos nadadores.

Na decisão de pedir a apreensão dos passaportes, a juíza Keyla Blanc De Cnop destacou contradições nos depoimentos prestados pelos nadadores. Lochte terá dito à polícia que ele, Feigen, Bentz e Conger estavam num táxi quando foram surpreendidos por um grupo armado que exigiu dinheiro (cerca de 400 dólares), enquanto Feigen terá afirmado que apenas um dos criminosos estava armado.

Numa entrevista dada à NBC no domingo, Lochte contou que os assaltantes mostraram os distintivos e os obrigaram a deitar no chão. Contou ainda que os criminosos teriam levado o dinheiro e a sua carteira, mas deixado as identificações e o telemóvel, e foi isto que levantou suspeitas à polícia federal brasileira.

Além disto, um vídeo divulgado pelo jornal britânico Daily Mail também aumentou as suspeitas sobre os depoimentos. O filme mostra Ryan Lochte, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger a chegarem à Vila Olímpica às 6h56, quando no depoimento os atletas teriam afirmado que tinham saído da festa na Lagoa às 4 horas, entre outras questões que estão a ser analisadas pelos investigadores.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×