07/02/2023
 
 
Desporto adaptado. Governo dá apoio de 685 mil euros a várias federações

Desporto adaptado. Governo dá apoio de 685 mil euros a várias federações

DR Carlos Diogo Santos 27/07/2016 10:29

Financiamento não tem o objetivo de conseguir apenas mais atletas de alto rendimento, mas sim de trazer mais pessoas com deficiência para a prática de modalidades.

Várias federações portuguesas vão receber este ano um financiamento para o desporto adaptado. No total serão 685 mil euros que serão distribuídos por 13 federações de modalidades. Já o apoio à Federação Portuguesa para Pessoas com Deficiência, que ficará hoje oficializado, receberá mais 300 mil euros que a sua dotação habitual.

Segundo o Ministério da Educação, que tutela o desporto, “a comparticipação financeira destinada a apoiar a execução do programa de Apoio à Atividade de Desporto Adaptado é de 685 mil euros, sendo 559 mil oriundos do orçamento do Instituto Português do Desporto e Juventude e 126 mil do Instituto Nacional para a Reabilitação”. 

Já a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência receberá, além dos 383 500 euros do Programa Nacional de Desporto para Todos, 301 500 euros.

As modalidades Por agora são 13 as federações de modalidades abrangidas, mas o objetivo é que estes apoios se alarguem a todas as federações. Segundo João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, o objetivo é que esse alargamento seja uma realidade já nos próximos anos (ver entrevista na pág. 11).

Por enquanto, entre as modalidades desportivas contempladas encontram-se “Atividades subaquáticas, Andebol, Atletismo, Basquetebol, Canoagem, Corfebol, Hóquei, Judo, Orientação, Rugby, Ténis, Ténis de Mesa e Vela.”

E o objetivo não é só criar grandes atletas que possam vir a participar em competições como os Jogos Paraolímpicos, é contribuir para que todos possam praticar desporto, explica o Ministério da Educação: “O programa define um conjunto de objetivos e metas a atingir no contexto do ‘Desporto de Base’, assumindo como visão uma população ativa, adotando estilos de vida saudáveis, promotores de uma melhoria da qualidade de vida. A sua missão encontra-se assente em pilares que visam a promoção e o desenvolvimento desportivo, a educação para e pelo desporto e a promoção da saúde.”

Planos das federações Para que tivessem direito a este apoio, as federações tiveram de apresentar planos sobre a aposta no desporto adaptado. Algumas das que foram contempladas tinham já programas em curso ou apostavam já no desporto para pessoas com deficiência. Após a receção do plano foi feito um relatório para concluir se a real aplicação do dinheiro estava enquadrada no fim protocolado.

O protocolo do financiamento às diversas federações será formalizado esta manhã, às 11h30, no Centro Desportivo Nacional do Jamor, e contará com a presença do secretário de Estado João Paulo Rebelo e de Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline