23/9/19
 
 
Espião fica em prisão preventiva

Espião fica em prisão preventiva

DR Carlos Diogo Santos 08/06/2016 12:55

Na Operação Top Secret estão em causa crimes de espionagem, violação de segredo de Estado e corrupção.

Frederico Carvalhão Gil, o espião detido em Roma quando passava informações a um elemento das secretas russas, vai ficar em prisão preventiva a aguardar o desenrolar da investigação.

Segundo fonte oficial da Procuradoria-Geral da República o juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal Ivo Rosa decidiu, "em consonância com o promovido pelo Ministério Público, aplicar ao arguido a medida de coação de prisão preventiva".

Na Operação Top Secret estão em causa crimes de espionagem, violação de segredo de Estado e corrupção.

A PGR refere ainda que neste inquérito, que corre termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), "investigam-se suspeitas de transmissão de informações, a troco de dinheiro, por parte de um funcionário português a um cidadão estrangeiro supostamente ligado a um serviço de informações estrangeiro".

Nesta investigação, o Ministério Público é coadjuvado pela Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo da Polícia Judiciária tendo também tido colaboração das autoridades italianas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×