22/8/19
 
 
I Liga. Um jogo de manhã, outros à tarde e festa à noite
Peseiro bem pode gritar porque àquelas horas está tudo a dormir

I Liga. Um jogo de manhã, outros à tarde e festa à noite

Peseiro bem pode gritar porque àquelas horas está tudo a dormir João Girão Filipe Escobar De Lima 13/05/2016 17:30

Porto e Boavista jogam de manhã no Dragão, Sporting e Benfica decidem o título à tarde e um deles vai pela madrugada dentro festejar

Deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer. Porto e Boavista não têm nada para crescer nesta Liga, apesar de os portistas terem ainda pela frente “o jogo do ano”, nas palavras de José Peseiro. O treinador refere-se à final da Taça de Portugal com o Braga, no Jamor, para fechar uma das temporadas mais conturbadas do clube nos últimos 30 anos. Primeiro que tudo, há que sair cedo da cama. Porquê?

Para Pedro Proença, a marcação do dérbi portuense para a manhã de sábado tem a ver com a necessidade de internacionalizar o campeonato principal, em especial para o mercado asiático. Uma espécie do que faz a Premier League e passou também a fazer a Liga espanhola. O presidente da Liga diz que pretende facilitar a “entrada em destinos como a Ásia” e esta aposta exige, por isso, “esta adaptação em termos de horários”, prometendo alargar a experiência a mais jogos durante a próxima época.

“Estamos certos de que se trata de um caminho correto, no sentido da internacionalização da nossa Liga e na busca de novos mercados, de modo a acrescentar valor às nossas equipas, aos nossos jogadores, aos nossos treinadores e aos nossos árbitros.” O jogo no Dragão, sem nada para decidir na 34.a e última jornada da i Liga, está marcado para amanhã às 11h45 e será o primeiro da história da competição a iniciar-se durante a manhã.

Para Peseiro, é como se fosse ir para o treino. “Nós treinamos entre as 10h30 e as 11h. Se treinamos a essa hora, também podemos jogar. Não vejo problema. Os jogos de manhã trazem dinheiro”, disse. Deixando ainda um recado: “Queria dizer aos sócios do Porto que vamos jogar a uma hora que é boa para que as famílias assistam ao jogo no estádio.” Quando lhe perguntaram sobre as arbitragens, o treinador preferiu recorrer à piada. “Vamos acabar por falar da mesma coisa e não quero; ainda dizem que sou Calimero, queixinhas.”

Longe das contas do campeonato, o Porto vai ficar a ver para que lado cairá o caneco. Aqui, os jogos serão à tarde - os dois às 17 horas. Um na Luz, entre o Benfica-Nacional, outro em Braga, com o Braga-Sporting. Aqui, os leões estão à espera de um pequeno milagre: se ganharem, terão de esperar que as águias o não façam. Rui Vitória, quando era treinador dos juniores do Benfica, já perdeu um campeonato na última jornada... para o Sporting... de Paulo Bento. E de Jesus? É o que vamos saber, mas este Benfica não perde há 11 jornadas, incluindo Alvalade. Uma passada que os sportinguistas acompanham, mas só depois dessa derrota no dérbi que deu o primeiro lugar a Vitória.

fel@ionline.pt

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×