15/9/19
 
 
Empresário português nega ter tentado matar a mulher

Empresário português nega ter tentado matar a mulher

Jornal i 11/05/2016 16:22

Carlos Pinto, que está detido em Vigo há uma semana, negou que tenha tentado matar a mulher. O empresário de 56 anos, que vive em Vila Nova de Gaia, continua internado no hospital daquela cidade espanhola por causa de problemas cardíacos e deu a sua versão do que se passou em declarações à juíza e ao magistrado do Ministério Público que conduzem a investigação.

Carlos Pinto deu uma versão dos acontecimentos completamente contrária à da mulher, segundo noticia hoje o jornal Faro de Vigo. Elza, de 26 anos, disse às autoridades que, no passado dia 2, quando estavam num quarto de hotel de Vigo, o marido atacou-a com um maço, tendo-lhe desferido vários golpes na cabeça. Só não conseguiu matá-la porque sofreu entretanto um ataque cardíaco.

A Polícia espanhola suspeita que o português tenha agido por ciúmes, achando que a mulher, com quem vive há sete anos e casou há seis meses, terá uma relação extraconjugal.  

Mas agora Carlos Inácio Pinto negou tudo e afirmou que não compreende por que a mulher – que conseguiu fugir do quarto para pedir ajuda – o acusou desse crime.

Segundo o Faro de Vigo, a versão do empresário foi considerada “inverosímil” pelas autoridades, tendo em conta os restantes factos já apurados, inclusive no cenário do crime.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×