22/9/18
 
 
Pacífico. Surfista português preso numa ilha desde fevereiro

Pacífico. Surfista português preso numa ilha desde fevereiro

Shutterstock Jornal i 29/04/2016 11:06

João Gonçalves, surfista e dono de um hostel em Peniche, e a namorada Catarina Nogueira estão retidos na ilha de Kiritimati, no arquipélago de Kiribati, desde fevereiro, lê-se no site do Correio da Manhã.

De acordo com o mesmo jornal, o casal foi detido depois do barco em que seguiam ter encalhado e ser apanhado com haxixe e 20 mil dólares.

João está desde essa altura à espera de um juiz e um advogado para ser submetido ao primeiro interrogatório judicial.  Isto porque não existem juízes e advogados na ilha – estes têm de viajar desde a capital do país, a mais de 3000 quilómetros, o que nem sempre é possível devido às tempestades.

Segundo o CM, o surfista esteve numa cadeia onde não havia água potável e a comida escasseava. Acabou por ser libertado sob caução, mas, enquanto espera pela chegada de um juiz e um advogado, encontra-se confinado ao único hotel da ilha.

“João Gonçalves já pediu para ser transferido para a capital do país, Tarawa, para aí ser julgado mais rapidamente, mas até agora não obteve resposta das autoridades locais”, lê-se no site do CM. A próxima sessão está agendada para junho, se a meteorologia o permitir.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×