22/9/18
 
 
Ordem dos Veterinários critica Maria João Bastos

Ordem dos Veterinários critica Maria João Bastos

Jornal i 15/04/2016 15:52

A Ordem dos Médicos Veterinários emitiu esta sexta-feira um comunicado reagindo à morte da cadela da atriz Maria João Bastos e à reação da artista nas redes sociais.

"A OMV [Ordem dos Médicos Veterinários] atuará internamente no apuramento da verdade sobre o caso "Amélie", avança o organismo em comunicado emitido na sua página de Facebook, onde adianta também que "lamenta o falecimento de todos os animais de companhia, nomeadamente em circunstâncias relacionadas com o tratamento de doenças e procedimentos médico-cirúrgicos, sendo a missão dos seus membros dedicados a essa área salvar vidas e prestar os melhores cuidados possíveis a todos os animais de companhia", lê-se no comunicado.

Em causa está a morte da cadela de Maria João Bastos, em circunstâncias que estão por apurar. A atriz utilizou o Facebook para descrever o que tinha acontecido com Amélie – a cadela deu entrada no hospital para uma destartarização com extração dentária e acabou por morrer horas depois.

No mesmo documento, a Ordem condena a forma como Maria João Bastos expôs o caso nas redes sociais.

"A Ordem dos Médicos Veterinários não pode pactuar com "julgamentos públicos", seja qual for o médico veterinário ou a situação em causa. Para o esclarecimento de qualquer tipo de situação existem procedimentos estabelecidos, aos quais qualquer cidadão pode recorrer (...). A OMV condena a difamação da classe médico veterinária, e atuará sempre na defesa dos seus membros e no apuramento da verdade, retirando daí as devidas consequências. Cada cidadão é responsável pelas suas próprias afirmações, sendo livre de as fazer desde que não entre no campo da difamação", avisa, relembrando "a presunção de inocência até que o contrário seja provado".

A Ordem diz que é exigido "um elevado grau de profissionalismo a todos os seus membros (independentemente das suas áreas de atuação), por entender que esta é a forma de melhor servir a sociedade". "No entanto, defenderá qualquer um dos seus membros, na perspetiva de que todos têm direito a serem considerados inocentes até prova em contrário, do mesmo modo que qualquer membro da sociedade tem direito ao contraditório e de apresentar a sua "defesa".

“Sei que muitos acompanhavam a vida da minha princesa por aqui”

Maria João Bastos voltou a usar a sua página no Facebook para agradecer o apoio dos fãs: "Emocionou-me que o meu desabafo daquilo que vivi com a Amélie tenha tocado tantos corações, sei que muitos acompanhavam a vida da minha princesa por aqui e por ela também vos agradeço o carinho. Obrigada também por partilharem comigo as vossas histórias de amor com os vossos animais. Eles viverão sempre nos nossos corações".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×