28/10/20
 
 

Direito de resposta: Padrão já não trabalha para Salgado

15/03/2016 14:05

Na sequência do artigo publicado na edição de hoje (14.03.2016) com o título “Salgado volta a contar com Padrão”, cumpre-me informar o seguinte:

1. Não contacto, directa ou indirectamente, com o Dr. Ricardo Salgado desde julho de 2014;

2. Não contacto, directa ou indirectamente, o jornalista António José Vilela desde a mesma altura, ou seja desde que deixei de desempenhar funções no BES (julho de 2014);

3. Não tive qualquer contacto (escrito ou telefónico) do i no sentido de exercer o contraditório de uma informação que é absolutamente falsa.

Neste contexto, ao abrigo e nos termos constantes da Lei de Imprensa (Direito de Resposta) venho solicitar a devida publicação deste desmentido.

Lisboa, 14 de março de 2016

Paulo Padrão


Venho por este meio, invocar o direito de resposta e contraditório estabelecido na Lei de Imprensa e no Estatuto do Jornalista, referente ao que redigiu no “Hoje Escrevo Eu…”, publicado a 14 de Março de 2016.

- Nunca almocei com assessores de Imprensa, relações públicas, nem com o Paulo Padrão (antigo director de Comunicação do BES) nos 24 anos em que possuo carteira profissional de jornalista;

- Desminto que o artigo em causa tenha subjacente qualquer tentativa de manipulação e garanto-lhe que o jornalista em causa e a revista SÁBADO não se deixam condicionar numa guerra entre primos desavindos ou quem quer que seja, conforme comprova todo o trabalho que fizemos e estamos a fazer sobre o caso BES;

- E sim, ao contrário do que diz, o artigo em causa tem vários exclusivos que nunca foram abordados antes na Imprensa (nem sequer por mim): a constituição de arguido e o conteúdo do interrogatório de Ricciardi; as escutas a vários gestores; a inquirição de Maria Luís Albuquerque; o conteúdo de buscas e os relatórios da Autoridade Tributária. Não ver isso diz muito sobre quem dirige um jornal;

- Já agora também não fui contactado pelo sr. Mário Ramires – pessoa que apenas ‘conheço’ devido aos ecos de gravações de plenários de redacção colocados na internet - para me poder pronunciar sobre o que quer que seja;

- Finalmente, sempre pensei que até as colunas de opinião (acho que é isso que está aqui em causa) tinham de ser fundamentadas e isso não acontece em relação a mim ou à revista onde trabalho há 10 anos.

Agradeço a publicação consoante as datas estabelecidas na legislação atrás invocada.

Com os melhores cumprimentos

António José Vilela

Grande Repórter


O Dr. Ricardo Salgado não tem qualquer contacto, direto ou indireto, com o Dr. Paulo Padrão desde 13 Julho de 2014, data em que saiu do Banco Espírito Santo.

O Dr. Ricardo Salgado não teve qualquer participação, direta ou indirecta, na notícia escrita na última edição da revista Sábado intitulada “335 dias de escutas incriminam Ricciardi”, e não foi sequer previamente contactado para a elaboração da mesma.

Mais uma vez, fica claro que um órgão de comunicação social com ligações ao Dr. Álvaro Sobrinho insiste em publicar mentiras.

Francisco Teixeira

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×