24/9/18
 
 
Cirque du Soleil. Haverá espetáculo mais desejado?
”Varekai” estreou em 2002 no Canadá e veio a Portugal pela primeira vez em 2009

Cirque du Soleil. Haverá espetáculo mais desejado?

Raquel Carrilho 10/03/2016 15:10

São um fenómeno mundial de sucesso ao qual Portugal não escapa. O coletivo de artes circenses já anunciou o regresso ao país para janeiro de 2017, com o espetáculo “Varekai”, e a corrida aos bilhetes começa já amanhã

Se há fenómenos que ultrapassam todas as previsões, este é um deles. Desde a sua primeira exibição em Portugal, no ano de 2008, que o Cirque du Soleil soma um gigantesco número de fãs no país. Prova disso é que todos os espetáculos que trouxe a Portugal desde então - “Dralion”, “Quidam”, “Alegria”, “Delirium”, “Saltimbanco” - esgotaram com largos meses de antecedência. Terá sido com isto em mente que já foi anunciado um regresso a Portugal em... Janeiro de 2017, entre 5 e 15, na MEO Arena, em Lisboa. Sim, leu bem. Ainda assim, apesar de o espectáculo ser apenas daqui a quase um ano, os bilhetes serão postos à venda já amanhã e, se acontecer como em anos anteriores, é de prever que os dez dias de espetáculo esgotem mais depressa do que vai conseguir fixar o nome “Varekai”.

Considerado “um dos espetáculos mais comoventes da companhia”, segundo a promotora Everything is New, “Varekai” estreou em Montreal em 2002, mas o seu sucesso tem ditado que continue a fazer parte do reportório ativo do Cirque du Soleil. Em Portugal, este espectáculo foi mostrado pela primeira vez em 2009, um ano depois da primeira vinda do coletivo de artes circenses ao nosso país.

A palavra varekai significa “em qualquer lugar” em romani, dialeto do povo cigano, a quem é reconhecido o caráter nómada, bem como as ligações ao circo. Assim, este espectáculo procura homenagear o espírito nómada, mas também as tradições circenses. Em palco estarão 56 artistas, entre acrobatas, bailarinos, músicos e cantores. Serão eles os protagonistas desta explosão de cor e fantasia, este mundo habitado por criaturas fantásticas, que mistura de artes circenses russas e chinesas, com muitos números aéreos daqueles que prometem provocar um torcicolo de tanto olhar para cima.

O Cirque du Soleil foi fundado em 1984, no Québec, Canadá, pela dupla Guy Laliberté e Daniel Gauthier, e resultava do trabalho desenvolvido por um grupo de vinte artistas de rua. Considerada a maior companhia de entretenimento artístico de alta qualidade do mundo, atualmente o Cirque du Soleil conta com quatro mil funcionários, entre os quais mais de 1300 artistas, provenientes de 50 cidades diferentes - entre os quais Portugal. Os seus espetáculos já foram vistos por mais de 160 milhões de pessoas, em mais de 400 cidades, espalhadas por 60 países. Atualmente o Cirque du Soleil tem cerca de vinte espetáculos em cena, simultaneamente.

raquel.carrilho@ionline.pt

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×