21/10/19
 
 
Bruxelas considera que Portugal tem desequilíbrios económicos excessivos

Bruxelas considera que Portugal tem desequilíbrios económicos excessivos

André Kosters/Lusa João Madeira 08/03/2016 17:08

Portugal foi hoje incluído no grupo de cinco países da União Europeia com mais desequilíbrios macroeconómicos. A Comissão Europeia publicou um relatório ao abrigo do semestre europeu onde aponta o dedo ao elevado endividamento público e privado do país, além do desemprego.

Tal como no ano passado, a Comissão vai manter a vigilância mais apertada em cinco estados-membros: Bulgária, Croácia, França, Itália e Portugal. Estes países terão agora de apresentar reformas estruturais, no Programa Nacional de Reformas, para corrigir as situações identificadas.

No caso de Portugal, Bruxelas considera que a “dívida externa continua a ser muito elevada”, apesar das melhorias na balança corrente. Além disso, refere o relatório, “o elevado nível de dívida das empresas trava novos investimentos, enquanto os agregados familiares estão em processo de desendividamento”, enquanto o crédito malparado continua a aumentar.

A Comissão faz ainda reparos à elevada dívida pública e ao mercado de trabalho. “O desemprego mantém-se a um nível elevado e o mercado de trabalho continua segmentado”.

joao.madeira@ionline.pt

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×