24/6/17
 
 
Hipermercados. Setor recebeu mais de 400 reclamações

Hipermercados. Setor recebeu mais de 400 reclamações

Shutterstock Sónia Peres Pinto 03/02/2016 21:07

Banca também surge no ranking, com o Montepio a não responder a qualquer queixa

Problemas com reembolsos, trocas e atendimento estiveram na base das queixas feitas pelos clientes em relação às empresas no setor dos hipermercados. O Portal da Queixa recebeu mais de 414 reclamações desta atividade.

O Continente foi a marca que mais motivou reclamações no ano passado. Ao todo foi alvo de quase 200, mas também foi a que mais respondeu (93%) e a que mais resolveu (89%). “Obteve uma prestação de 99,7 pontos, o que demonstra um excelente índice de satisfação no Portal”, revela.

O Pingo Doce é a segunda marca mais visada, apresentado 103 reclamações, com uma taxa de resposta de 76% e uma taxa de resolução de 73%. Desta forma, apresenta uma posição mais baixa no mesmo índice de satisfação, ao obter 89,0 em 100 pontos.

Já o Intermarché, das 21 reclamações respondeu a apenas 24% dos consumidores e, desses, conseguiu resolver 9%, enquanto o Jumbo, com 58 queixas, respondeu e resolveu 5%. Também o Lidl, com 31 reclamações, respondeu e resolveu 3%.

O pior lugar do ranking cabe ao Minipreço, já que, de acordo com o mesmo portal, “é uma marca que se destaca pela negativa devido ao seu desempenho, que é demonstrado através das 18 reclamações apresentadas e que, até ao momento, ainda não obtiveram resposta nem resolução”, salienta.

A verdade é que mais preocupante em termos de reclamações no setor é o comércio eletrónico, ao ultrapassar as 1400 só no ano passado. Conflitos de compra e venda entre particulares e as burlas e fraudes através da internet foram as principais queixas feitas.

Banca com menos queixas O Portal da Queixa recebeu quase 300 reclamações relativas ao setor bancário. Grande parte destas dizem respeito a conflitos contratuais, garante ao i fonte do portal. A marca mais visada foi o Cetelem, com 30 reclamações, mas apenas respondeu e resolveu 20%. O Barclays ocupou o segundo lugar do ranking com 28 queixas, mas só respondeu a 18% e resolveu 7% das reclamações.

De acordo com o Portal da Queixa, o BCP lidera o índice de satisfação, uma vez que, das 16 reclamações recebidas, respondeu e resolveu todas (100%). Já a Cofidis, das 12 queixas recebidas, resolveu metade.

Com menor capacidade de resposta surge a Caixa Geral de Depósitos: das 20 reclamações recebidas respondeu a cerca de 20%, mas não conseguiu obter resolução (0%). Já o Montepio “é uma das marcas que se destaca negativamente pela sua performance no portal porque, até ao momento, as reclamações apresentadas pelos seus consumidores não obtiveram resposta nem resolução”, diz.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×