20/9/18
 
 
BQ na ribalta com X5

BQ na ribalta com X5

Óscar Rocha 02/02/2016 19:47

A BQ, marca espanhola que se vai afirmando (e bem) no mercado, deixou ao nosso cuidado o seu mais recente dispositivo, o X5. E trás duas grandes novidades: o design e o sistema.

E começando no design, este é um BQ totalmente novo. Deixa a imagem de um smartphone que apesar de todas as pretensões e designações para o material, era 'plástico', mais comedido ou barato. Atrevemo-nos a dizer que este é um passo gigante para uma marca 'pequena', um salto quantitativo em qualidade. 

O tamanho, e designação, deste X5 é definido pelo seu ecrã de 5'' com proteção Dragontrail. Mas o que sustêm esta nova elegância é o novo corpo, agora metálico e de arestas redondas e polidas que substitui os anteriores plásticos.

Tem dois propósitos: serve de antena e ao mesmo tempo que incrementa a robustez. Mas não descura a leveza (148g), e a qualidade que transmite é notória ao toque e no manuseio. Mantêm a traseira imune a dedadas que já é marca de imagem da marca, mas tudo o resto muda. 

Mas o que tem de bom, tem de menos bom. O design parece seguir a tendência que outros ... 

O desempenho é, para nós, talvez a maior surpresa. A razão aparente prende-se com o facto da marca ter feito uma inteligente conjugação entre hardware e software. Está dotado de um processador quad-core Snapdragon 412 que funciona a 1.4GHz, uma GPU Adreno 306, e são acompanhados por 2GB de RAM. 

A diferença prende-se com o sistema operativo escolhido: o Cyanogen OS. É um sistema optimizado que faz toda a diferença no X5. É limpo, excluindo diversas funcionalidades do Android. Isto, porque apesar de ser baseado neste último, não requer e exclui funcionalidades mais banais ou desnecessárias. É esta a razão para a BQ fazer esta parceria, atribuindo uma versão limpa, que serve os propósitos do utilizador e não sobrecarrega o sistema, tornando-o simples, rápido e eficaz. Permite trocar entre aplicações, acumular apps, arrastar e não haver 'lag'.  

Como outros atributos merecedores de atenção temos a câmara fotográfica traseira, que recorre a um sensor de 13mp proveniente da Sony. É composta por cinco lentes e inclui dual flash, autofocus e e uma abertura de f/2.0. Já a frontal possui 5mp, flash e também uma abertura de f/2.0, o que irá superar as expectativas das selfies.

A sua capacidade é de 16GB mas possui slot para cartão microSD, como a restante família BQ também é Dual Sim e a bateria possui 2900mAh.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×