23/02/2024
 
 
Poluição. Sines pode processar crude mais poluente

Poluição. Sines pode processar crude mais poluente

Jornal i 24/12/2015 13:25

A refinaria de Sines é uma das 71 unidades europeias com capacidade para processar crude obtido a partir de areias betuminosas, processo com impactos ambientais “muito significativos”, revelou a Quercus, baseando-se num estudo divulgado pela Federação Europeia para os Transportes e Ambiente (T&E)

Segundo o estudo da T&E, mais de metade das refinarias da Europa estão preparadas para processar crude pesado ou pré-processado (leve) obtido a partir de areias betuminosas, forma de petróleo não convencional cuja extração “implica impactos ambientais muito significativos, sobretudo climáticos”.

O trabalho referencia duas refinarias portuguesas - a de Sines e a de Leixões, ambas geridas pela empresa Galp Energia

Para a Quercus e outras associações de defesa do ambiente, as areias betuminosas e outros combustíveis fósseis não convencionais, que são muito poluentes, “devem permanecer no subsolo para evitar as consequências das alterações climáticas, e os investimentos deverão sim ser redirecionados para fontes de energia limpas e renováveis”.

Jornal i

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline