28/10/20
 
 
Prémio Pessoa para Rui Chafes, o escultor que usa o ferro como tradutor natural

Prémio Pessoa para Rui Chafes, o escultor que usa o ferro como tradutor natural

Jornal i 11/12/2015 12:35

O prémio foi anunciado esta sexta-feira pelo júri no Palácio de Seteais, em Sintra.

É a primeira vez que um escultor vence o Prémio Pessoa.o Prémio Pessoa 2015, um galardão que junta um valor monetário de 60 mil euros e reconhece, com a escolha de Chafes, a intervenção de uma personalidade portuguesa na vida cultural e científica do país.

“Rui Chafes consegue o feito raro de produzir uma obra simultaneamente sem tempo e do seu tempo”, destacou o presidente do júri do Prémio Pessoa, Francisco Pinto Balsemão, uma iniciativa do semanário Expresso com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.

José Luis Porfírio, outro dos elementos do júri, sublinhou “a longa e consciente ligação de Rui Chafes a uma tradição de escultura”.

Rui Chafes nasceu em Lisboa em 1966 e é formado em escultura. Actualmente tem uma exposição patente no Atelier Museu Júlio Pomar, em Lisboa.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×