17/11/18
 
 
Capucho acusa dirigentes do PSD de “ignorância trauliteira”

Capucho acusa dirigentes do PSD de “ignorância trauliteira”

José Sérgio Luís Claro 09/12/2015 16:09

Ex-dirigente do partido responde aos que defenderam afastamento de Pacheco Pereira

António Capucho critica aqueles que no PSD defendem o afastamento de Pacheco Pereira por discordar sistematicamente da linha seguida pela direção do partido.

A polémica surgiu depois de o deputado social-democrata Duarte Marques ter desafiado o historiador a sair do partido pelo seu próprio pé. “Na vida política de Pacheco Pereira, a única coisa que é incoerente é continuar a ser militante do PSD. Se pensasse como ele, teria vergonha de ser militante do PSD”, disse ao i Duarte Marques, num comentário à participação do ex-deputado do PSD numa iniciativa da candidata Marisa Matias.

Capucho classifica o apelo ao afastamento de Pacheco Pereira como “desesperado e ridículo”. Para o ex-secretário-geral do PSD, que foi expulso depois de se ter candidato numa lista de independentes nas eleições autárquicas, este “apelo à exclusão de Pacheco Pereira é revelador da ignorância trauliteira dos sectores dominantes do PSD”.

Capucho argumenta que foi a direção liderada por Passos Coelho – e não os críticos – que “se afastou radicalmente da matriz social-democrata que esteve na sua génese”.

Pacheco Pereira afastou-se da linha seguida pelo PSD desde que Passos Coelho chegou à liderança e foi um dos principais críticos internos do governo de direita. Apesar de admitir que não está confortável “neste PSD”, o comentador não vai abandonar o partido por ter ainda esperança de que o partido mude. O agora comentador está afastado da política activa há desde 2011. Dentro do PSD foi líder parlamentar e presidente da distrital de Lisboa. Foi também deputado durante várias legislaturas.

luis.claro@ionline.pt

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×