21/9/20
 
 
Marisa Matias. Cavaco "decidiu finalmente ser Presidente da República"
Para Marisa Matias, o chefe de Estado “resignou-se finalmente a cumprir o seu mandato"

Marisa Matias. Cavaco "decidiu finalmente ser Presidente da República"

Para Marisa Matias, o chefe de Estado “resignou-se finalmente a cumprir o seu mandato" PEDRO NUNES/ LUSA Jornal i 24/11/2015 15:39

A candidata à Presidência da República reiterou que as eleições de 4 de Outubro abriram “um ciclo de esperança”.

A candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda (BE) Marisa Matias defendeu esta terça-feira que Cavaco Silva "decidiu finalmente ser Presidente da República" ao indigitar António Costa como primeiro-ministro.

“Foram precisos 50 dias para que o Presidente da República tivesse decidido respeitar a vontade expressa pelos cidadãos e cidadãs portugueses no passado dia 4 de Outubro. Fez o que tinha que ser feito e o que já devia ter feito há muito tempo”, defendeu a candidata, em comunicado.

Para Marisa Matias, o chefe de Estado “resignou-se finalmente a cumprir o seu mandato de Presidente da República, ainda que a contragosto, deixando assim a democracia funcionar independentemente das conveniências”.

A eurodeputada e candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda reiterou que as eleições de 4 de Outubro abriram “um ciclo de esperança”, que está a gerar “enormes expectativas entre aqueles que mais sofreram com a política de austeridade”.

“Todos temos que estar à altura das nossas responsabilidades para com a Democracia e para com aqueles que nos elegem”, afirma.

O Presidente da República indicou hoje o secretário-geral do PS, António Costa, para primeiro-ministro, indica uma nota da Presidência da República em que é ainda referido que a continuação em funções do XX Governo Constitucional, liderado por Pedro Passos Coelho, em gestão "não corresponderia ao interesse nacional".

Lusa

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×